Estudo sobre favela no Brasil: promissora tecnologia de saúde móvel

Estudo sobre favela no Brasil: promissora tecnologia de saúde móvel

Anonim

(AP) - Um estudo conduzido em uma favela do Rio de Janeiro diz que o uso da tecnologia de saúde móvel para monitorar pacientes em áreas urbanas pobres pode melhorar o acesso dos residentes a cuidados de saúde, além de reduzir os gastos com saúde.

De acordo com o Projeto Urban E-Health da New Cities Foundation, uma equipe de uma clínica na favela Dona Marta recebeu uma mochila com nove ferramentas usadas para rastrear a pressão arterial, níveis de glicose e outras medições durante visitas domiciliares a 100 idosos com doenças crônicas e mobilidade reduzida. O kit permitiu que a equipe fornecesse testes rápidos e precisos no local, que levaram a um melhor tratamento da pressão alta, diabetes e outras doenças.

A fundação disse na quarta-feira que o tratamento móvel levou a centenas de milhares de dólares em economia para o sistema de saúde pública do Brasil.